Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bragança

16.03.13

Cada vez que cá venho, sinto que esta cidade me abraça. Continua linda, organizada e limpa. Faz-me recordar a minha infância, as longas viagens desde Sintra, o caminho-de-ferro que nos obrigava a parar durante dez minutos para que os longos comboios de mercadorias passassem.

Em Bragança ficámos na Pousada de São Bartolomeu, que desde logo ganhou pontos a partir do momento em que em vez de nos meterem num quarto standard, metem-nos num quarto superior. É certo que a casa de banho é enorme, mas não faz sentido que numa casa de banho tão grande se ponha uma banheira convencional. Esta deveria acompanhar as medidas da divisão e assim contribuir para a alegria de muitos casais. As vistas são soberbas directamente para o castelo da cidade. De noite, toda aquela iluminação do monumento fica de cortar a respiração. E que grandes fotografias conseguiria se tivesse uma máquina fotográfica em condições! O pior desta pousada é mesmo o pequeno-almoço. Eu e a Irene somos muito exigentes com o pequeno-almoço, e é daquelas coisas que fazemos questão de avaliar em cada uma das nossas estadias. O que nos têm servido aqui todas as manhãs é fraco. Falta frescura e variedade.

O melhor cartão postal da cidade é mesmo o castelo, e é no interior do mesmo que conseguimos fazer refeições deliciosas e em conta. Recomendo o Vila Café, em que o menu turístico com tudo incluído fica por 12 euros. O estacionamento não será um problema.

As avenidas extremamente largas e vazias causam uma certa tristeza, mas por outro lado contribuem para a qualidade de vida que Bragança tem para oferecer. Estamos bem a nível de acessos, mas o estacionamento é pago em inúmeras artérias da cidade. Julgo que o número de zonas pagas é excessivo. O comércio está ao abandono, apesar de que os cafés vão tendo movimento e os bares enchem com os estudantes do politécnico. É aliás, graças ao Instituto Politécnico de Bragança que a cidade vai tendo alguma vida.

Não fosse a desgraçada noite brigantina e ontem teria actualizado este espaço. Mas acreditem, o álcool evapora-se com muita facilidade nesta cidade. E as gentes apelam ao convívio.

A visita ao miradouro de São Bartolomeu é também obrigatória. É a melhor vista da cidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 12:38




Pesquisa